Nosso Blog

Suspensão de contrato de trabalho e seguro-desemprego: entenda como fiz sua situação

Você assim como diversos outros brasileiros também passaram pela suspensão do contrato de trabalho por conta da Pandemia e após cumprir a estabilidade foi surpreendido por uma demissão sem justa causa?

A verdade é que essa realidade tem chegado para um número significativo de brasileiros e, junto com as dúvidas a respeito de indenização, verbas trabalhistas, está o valor do seguro-desemprego e o tempo contato para poder conseguir receber o direito.

Para te ajudar a entender como funciona o pagamento do seguro-desemprego e o valor a receber, desenvolvemos esse texto com dicas essenciais para resolver sua situação. Confira a seguir!

Quem tem direito ao seguro-desemprego

Para receber o seguro-desemprego, o empregado precisa ter trabalhado com carteira assinada e ter sido demitido sem justa causa, ou por meio da rescisão indireta.

Também estão inclusos os trabalhadores que tiveram:

  • Que pausar as atividades laborais para participarem de programas de qualificação ou cursos;
  • Que parar suas atividades de pesca por questão de proibição de pesca temporária;
  • Que foram encontrados em condições análogas à escravidão.

Além disso, se você estiver solicitando pela primeira vez o seguro-desemprego, é preciso que você tenha recebido salário ao menos 12 meses nos últimos 18 meses anteriores à demissão.

Caso seja eu segundo pedido de seguro-desemprego, é preciso ter recebido 9 meses de salário nos últimos 12 meses.

Como funciona o cálculo do seguro-desemprego

Se você tem o número de meses trabalhados que liberam você para receber o seguro-desemprego, o cálculo do valor a receber é a média dos últimos 3 salários.

Portanto, segue os seguintes valores:

  • Até R$ 1.599,61: multiplica-se o salário médio por 0,8 (80%)
  • De R$ 1.599,62 a R$ 2.666,29: o que ultrapassar R$ 1.599,61 você multiplica por 0,5 (50%) e soma a R$ 1.279,69;
  • Acima de R$ 2.666,29: a parcela é de R$ 1.813,03.

E para quem teve o contrato de trabalho suspenso ou regime de jornada de trabalho reduzida durante a Pandemia?

Se o seu caso foi de demissão após o período de estabilidade da suspensão de contrato, então é importante estar atento pois o tempo que você esteve suspenso não entra para o cálculo do seguro-desemprego.

De igual forma, não influencia o cálculo do valor a receber. Caso você tenha ficado 3 meses suspenso e, após cumprir o período de estabilidade foi demitido sem justa causa, e na contagem de meses trabalhados você tem direito a receber o seguro, o valor continua sendo a média dos últimos 3 salários recebidos, sem contar os do período suspenso.

O mesmo funciona para quem esteve a jornada de trabalho e salário reduzidos durante a Pandemia. O salário do período de redução não conta, o que conta é o salário normal previsto no contrato de trabalho.

Ainda continua com dúvidas no assunto? Então clique aqui e envie para nós seu questionamento. Teremos o prazer em ajudá-lo.

One thought on “Suspensão de contrato de trabalho e seguro-desemprego: entenda como fiz sua situação

Andréia da SilvaPublicado em  11:17 am - ago 11, 2021

OI BOM DIA
ESTOU COM UMA DÚVIDA, FUI ADMITIDA EM 02/09/2019 E 2020 FIQUEI SUSPENSA MP936 DE ABRIL A DEZEMBRO , E AGORA 2021 DE ABRIL A AGOSTO. Se eu for demitida em setembro, eles me indenizando o período de estabilidade, eu terei direito ao seguro desemprego, em vista destas suspensão de contrato??

    PriscilaPublicado em  7:54 pm - set 14, 2021

    Bom dia! A empresa só poderia suspender o contrato por no máximo 4 meses, logo, se a suspensão foi de abril a dezembro, a empresa já excedeu o limite. De igual forma, não poderia ter suspendido em 2021. Quanto a estabilidade, o período é igual ao tempo de contrato suspenso, ou seja, se foi suspenso por 9 meses, terá 9 meses de estabilidade, e a indenização deve equivaler aos meses restantes. E sim, após a demissão terá os mesmos direitos de uma demissão sem justa causa.

Deixe sua mensagem

Sobre o Davydson Castro & advogado associados

Nossa equipe conta com corpo multidisciplinar e qualificada de advogados e estagiários.

Tel : +55 61 3203.4541

desvio de função no trabalho - como funciona e como receber os direitos
Notícias

Como identificar e comprovar o desvio de função no trabalho

Você exerce uma atividade diferente da que está especificada na sua carteira de trabalho? Cuidado pois você pode estar passando por uma situação de desvio de função no trabalho. Para que você entenda como funciona o desvio de função no trabalho, montamos esse conteúdo completo para tirar suas dúvidas. Confira!

Leia mais »
Posso pedir demissão e sair imediatamente? Entenda como funciona
Notícias

Posso pedir demissão e sair no mesmo dia?

Você sabia que é possível pedir demissão e sair no mesmo dia do serviço, porém a depender do tipo de contrato que você tem com a empresa, essa situação pode te trazer prejuízos. Confira no texto como funciona o processo de demissão imediata. Boa leitura!

Leia mais »
No more posts to show
Com mais de 10 anos de comprometimento e seriedade, nosso escritório já atuou em mais de 3000 processos com uma equipe jurídica especializada e atualizada para melhor lhe atender.

CONTATO

Localização