Nosso Blog

Reajuste na aposentadoria para 2022: entenda quais as novas regras e valores

reajuste na aposentadoria para 2022: saiba o que mudou
Com o aumento do salário mínimo, benefícios que tinham o valor como teto reajustaram seus valores, como é o caso da aposentadoria para 2022. Além disso, as regras para se aposentar também sofreram alterações. Isso porque após a Reforma da Previdência, a cada ano que passa, para as mulheres, adiciona-se 6 meses a mais no tempo para poder solicitar o benefício.  Confira a seguir todos esses detalhes, incluindo valores do reajuste na aposentadoria 2022 e tire suas dúvidas sobre o assunto. Boa leitura!

Entenda como funcionam as regras para aposentadoria em 2022

A Reforma da Previdência implantou uma regra de transição para quem deseja se aposentar a partir de 2019.  Isso porque o intuito é chegar a 2023 e fixar a idade mínima de 62 anos para mulheres. Antes da Reforma, era possível se aposentar com 60 anos completos mais o tempo de contribuição de 30 anos. Já para os homens, por idade não mudou nada, continua sendo 65 anos e 35 anos de contribuição, porém para quem deseja se aposentar pela regra de pontos, houve reajuste.  Confira a seguir detalhadamente essas duas regras de transição.

Regra de transição para idade mínima

Desde 2019 vem sendo adicionados 6 meses a mais para a idade mínima de aposentadoria das mulheres. Ou seja, quem quiser solicitar a aposentadoria em 2022, será preciso ter 61 anos e 6 meses completos mais o tempo de contribuição de 30 anos.   Para os homens a regra não mudou, a idade mínima continua sendo 65 anos e 35 anos de contribuição. Lembrando que a regra de transição é válida para quem já estava contribuindo antes da Reforma ser aprovada.

Regra de transição para por pontos

Existe também a regra de transição por pontos, que nada mais é do que uma soma de pontos que o contribuinte precisa ter para poder solicitar a aposentadoria. Esses pontos são resultado da soma do tempo de contribuição mais a idade mínima. Para 2022, os valores são de 89 pontos para mulheres e 99 pontos para homens.  Essa regra de transição, assim como a da idade citada anteriormente, tem o intuito de aumentar gradativamente o número de pontos até alcançar os valores de 100 pontos para mulheres (em 2033)  e 105 para homens (em 2028). 

Saiba qual o novo valor da aposentadoria 

Assim como as regras para aposentar em 2022 mudaram, o valor do benefício também sofreu alteração.  Isso porque o salário mínimo recebeu um aumento de R$1.100,00 para R$1.212,00, o que equivale a 10,16%.  Portanto, para benefícios que têm como base o salário mínimo como para aposentados e pensionistas, os valores foram ajustados, tendo como teto máximo R$7.087,22 para aqueles que recebem acima do valor do salário mínimo. Ainda para quem recebe acima de um salário mínimo, o valor da aposentadoria em 2022 é calculado de acordo com a variação registrada pelo INPC (INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor), no ano anterior, em 2021.  Além do reajuste nos valores de recebimento, também sofreu modificação o valor a ser arrecadado pelo INSS a partir do desconto no salário.  

Quando inicia o pagamento dos valores ajustados para aposentadoria 2022

Os novos valores para quem recebe acima do salário mínimo já serão válidos a partir de 1º de fevereiro.  Cerca de 36 milhões de beneficiários do INSS terão os valores ajustados em 2022, onde 23.463.947 recebem o salário mínimo e 12.11.325 receberão acima do piso nacional, segundo o INSS. Para aqueles que recebem o valor mínimo, equivalente ao novo valor do salário mínimo para 2022, o calendário de pagamento está previsto para dia 25 de janeiro e é organizado de acordo com o final do cartão do beneficiário. Confira aqui no link a tabela.

Afinal, o que fazer caso seu benefício não seja reajustado

Caso você tenha recebido o valor ainda sem reajuste, é possível solicitar a revisão do valor perante o INSS ou entrar com uma ação judicial de revisão.  A dica é não sacar o valor da aposentadoria e recorrer a um advogado previdenciário para que ele te auxilie no melhor caminho a tomar para poder solicitar a ação de revisão do benefício.  Além do mais, em causa ganha, mesmo que leve um tempo a mais, você receberá o valor dos meses que você deixou de receber reajustados. Além de estar com o problema resolvido e seguir tranquilamente recebendo o valor correto do seu benefício.  Gostou? Conheça mais a nossa consultoria online clicando na imagem abaixo e dê o primeiro passo prático para resolver suas questões jurídicas com nosso advogado online. Consultoria_online_DavydsonCastro_Advogados Associados

Deixe sua mensagem

Sobre o Davydson Castro & advogado associados

Nossa equipe conta com corpo multidisciplinar e qualificada de advogados e estagiários.

Tel : +55 61 3203.4541

No more posts to show
Com mais de 10 anos de comprometimento e seriedade, nosso escritório já atuou em mais de 3000 processos com uma equipe jurídica especializada e atualizada para melhor lhe atender.

CONTATO

Localização